Programação MAR – Março

144 Views

Matilha Cultural e Projeto MAR apresentam parceria com programação especial no mês das mulheres

Abrindo a programação da Matilha Cultural em 2019, ano que casa completa 10 anos, às terças-feiras de março terão programação com oficinas, cinema, atrações musicais feitas por e para mulheres.

São Paulo, março de 2019 – A Matilha Cultural, que completa 10 anos de luta, cultura e resistência em 2019, abre as portas  para a programação de 2019 a partir do próximo dia 12. Baseada em quatro pilares – direitos humanos, proteção aos animais, arte independente e meio ambiente – o espaço multicultural dedica as terças-feiras (12, 19 e 26) de março às mulheres, que em parceria com o projeto MAR (Mulheres Artistas em Rede) conta com agenda de oficinas, que transitam entre arte de rua, regional e empreendedorismo, e atrações musicais.

Com programação dividida em eixos temáticos, no dia 12 o foco é arte e empreendedorismo. Na oficina de grafitti “Hello My Name Is”, de Bela Gregório – jornalista e fotógrafa que usa as horas vagas para colorir os muros de São Paulo – participantes aprendem e desenvolvem suas próprias assinaturas. Em seguida,  acontece uma imersão ao mundo dos palhaços com a intervenção “Pintando Meu Palhaço” com Stela Silva, profissional do riso desde 2013 com “Chá, o Palhaço Selva”. Stela é idealizadora do projeto “A Arte de Ser Palhaço”, que desde 2017, em parceria com a ONG Sefras, oferece aulas para população em situação de rua.

No primeiro dia de programação, a música fica por conta da DJ Kiara, mulher trans e negra, que identificou na arte e militância seu lugar de luta. A agenda do dia 12 é fechada com roda de conversa sobre mulher, arte e empreendedorismo com Júlia Bueno, travesti e psicóloga do Centro de Cidadania LGBT, especializada em Psicologia Política. Também presentes nessa troca, os grupos Nós, Mulheres – de produção audiovisual composta por mulheres – e Lua Difusora de Ideias, coletivo que organiza encontros e promove o empreendedorismo entre talentos criativos femininos.

No dia 19, a cultura urbana será abordada pela oficina de zine “En-Zinando”, facilitada pela Excareca (Vitória Cristina), poeta da linha de frente do SARAU SEM RUMO, evento itinerante da capital paulistana. Ainda com esse tema, Heloísa Brandão apresentará o workshop “Vestindo-se da poética de si mesmo”, que propõe a customização de peças de roupas, refletindo o uso consciente das peças e da importância política daquilo que vestimos. O Cine Matilha exibirá o documentário “SLAM: A VOZ DO LEVANTE”, com direção de Roberta Estrela D’Alva e Tatiana Lohmann, que aborda o universo das batalhas performáticas de poesia.

Vencedora de batalhas de Slams e rimas em São Paulo, Jamilê fechará a noite do dia 19 Em parceria com o projeto RapHour – festa que acontece quinzenalmente na Matilha Cultural para mulheres que fazem RAP, comandada por DJ Nat J, DJ Esteves e DJ Mayra.  

Para encerrar a programação da mulher na Matilha Cultural, a cultura nordestina será abordada no dia 26. Com experiência em percussão há 12 anos, Maíra Nakazone levará a oficina de introdução ao pandeiro com exercícios de ritmos característicos do instrumento, como samba e xote. Em seguida, Ana na Cacimba, paulista de família Quilombola do norte de Minas Gerais, ministrará o workshop “Vivência em Coco Rural”, sobre a música do samba de coco, estrutura poética, dança percussiva, integrando-os num fazer artístico e lúdico.

A atração musical que fecha o mês das mulheres é a Banda Pitaias, formada por seis mulheres (Bê Mantoani, Luísa Montoani, Mag Magrela, Norma Odara, Natália Ferlin e Priscila Norat) que abordam os questionamentos e posicionamentos femininos em suas composições com influências dos mais diversos ritmos brasileiros.

Serviço:

Data: 12, 19 e 26/03/2019

Horário: 17h às 22h

Local: Matilha Cultural – Rua Rego Freitas, 542 – República, São Paulo

Evento geral: Entrada Consciente

Oficinas: mínimo 5 reais

Programação

12/03 – eixo temático: arte e empreendedorismo

17h às 18h30 – Oficina HELLO MY NAME IS – Facilitadora: Bela Gregório

Número de pessoas: 10 a 15.

18h40 às 20h10- Oficina de circo  (Stela Silva) Palhaçaria de Rua

Número de pessoas: 30.

19h30 às 20h30 – Apresentação DJ Kiara

20h40 às 22h – Roda de conversa – Júlia Bueno, Nós, Mulheres e Lua Difusora de Ideias  

19/03 – eixo temático: cultura urbana

17h às 18h30 – Oficina En-zinando. Facilitadora: Excareca (Vitoria Cristina)

Número de pessoas: 10 a 15.

19h às 20h30 – Filme SLAM Voz de Levante

20h às 22h –  Jamilê com projeto RapHour – Dj Nat J, Dj Esteves e DJ Mayra

26/03 – eixo temático: cultura regional – nordeste – [ Veja detalhes ]

17h às 18h30 – Oficina Introdução ao Pandeiro. Facilitadora: Maíra Nakazone   

Número de pessoas: 10 a 15.

19h às 20h30 – Oficina Vivência em Coco Rural. Facilitadora: Ana na Cacimba

Número de pessoas: 10 a 15.

20h30 às 22h – Apresentação Banda Pitaias

Sobre Mulher Artista em Rede

Mulher Artista em Rede (MAR) nasce da pergunta: onde estão as artistas mulheres no mercado de trabalho cultural? Apesar de uma crescente mobilização social que objetiva a igualdade de gênero, ao trabalhar com arte é possível perceber que ainda há muito caminho a percorrer neste sentido.

O projeto propõe o fortalecimento de laços entre as mulheres artistas com o objetivo de manter, criar e propagar a arte feminina, a partir da construção de uma rede de fortalecimento, a partir de uma ferramenta digital na qual mulheres conseguem cadastrar e acessar currículos, portfólios e vagas.

Para além da rede virtual, o projeto produz eventos com oficinas, bate-papos, exposições, apresentações e outras atividades, para que o contato entre as artistas seja direto, assim como o compartilhamento de conhecimentos entre elas.


Deixe seu comentário!