Funcionamento de terça a domingo #MatilhaCultural contato@matilhacultural.com.br
Sticky:

Aula de Capoeira Angola com Ana Piaba

>>>> Ana Flavia Carvalho <<<<<
Produtora, ativista, trenéu de capeoira angola e dança de ritmos afrobaianos escola de aprendizado dos Mestres Gato Preto [1929-2002], Pinguim e Gato Góes. Aluna desde 1998 até atualidade com prática no núcleo de Artes Afrobrasileiras USP. Os ensinamentos são oriundos de Santo Amaro da Purificação, município do Recôncavo Baiano – BA, berço da capoeira angola.

Aulas com duração de 1h30 envolvendo a prática, musicalidade e fundamentos culturais dos patrimônios imateriais e da tradicionalidade do povo brasileiro, da fusão entre África, Brasil, negros e indígenas.

>>>> Valor Camarada I R$15,00 <<<<<
>>>> Valor Camarada II R$30,00 <<<<<
>>>> Valor Camarada III R$45,00 <<<<<
[por aula]

Sobre Matilha Cultural
A Matilha provoca a curiosidade e a busca por conhecimento, com foco em questões ambientais e de direitos humanos, apoiando também movimentos artísticos independentes. Mais do que um centro multicultural, é também um centro de convergência de idéias e ações em prol do bem comum. Com informação, engajamento e cultura, a Matilha contribui para a construção de uma sociedade mais consciente e mais LIVRE. A programação pública da Matilha Cultural é gratuita ou a preços populares e traz conteúdo de vanguarda, com senso político, sempre acompanhada de debates, palestras e oficinas que consolidam a democratização do conhecimento.

Sticky:

Aulas de Contato Improvisação com Mi Chan Tchung

Contato Improvisação é uma forma de dança improvisada que envolve a exploração do nosso corpo em relação ao corpo de outres, usando os princípios da partilha da consciência do peso, do toque e do movimento.

As aulas têm caráter lúdico e científico: cada dança é um experimento. Trabalhamos com a lei da gravidade, o princípio da impermanência, o sonho de voar e a síndrome do retorno ao útero. Guiades pelo prazer, este é um convite a explorar o “estado de dança”, uma dimensão paralela, onde somos mais nós mesmes.
PARA TODES, SEM NENHUM PRÉ-REQUISITO.

Mi Chan Tchung é praticante e difusora do Contato Improvisação desde 2005, especialmente influenciada pela comunidade contateira argentina. Quando o movimento se transforma em dança? Qual a dança que todes sabemos dançar? Essas questões movem sua pesquisa. É bacharel em Comunicação das Artes do Corpo e atualmente cursa Pedagogia, investigando a alfabetização através do corpo.

ENTRADA COLABORATIVA

Ouveavó – Rodas de compartilhamento com Avó Bernaldina

Mestra nas artes orais macuxi. Além de panton, taren, palavras encantadas de cura; e o eren, cantos indígenas. Ela abre caminhos com maruai(rezina sagrada macuxi – pajé vegetal) e roda de parixara no YBY Festival de Música Indígena.

VÓ PAVOA VOZ ECOA NUVEM AVOA AMOR POVOA ARERUIA HOMOLOGAÇÃO

A Vovó Bernaldina (Meriná Eremu) vem a São Paulo nos reverberar em cura e calor das pimenta ardida, da voz apavoada que faz tremer o céu. Estrelará entre encontro alimento na Matilha Cultural, lançamento de livro na @B_ARCO. Move “Rios Roças e Redes no Jardinalidades com Jaider Esbell. Em cada passo destes caminhos traz também suas absurdas miçangas e tecerias que serão expostas a venda em todo seu percurso.

Moradora da Comunidade Maturuca _TI Raposa Serra do Sol, VÓ Bernaldina tem sido uma das anciãs mais ativas e sua voz tomba fronteiras.

A mestra tem na juventude indígena uma esperança grandiosa para a continuidade das práticas sagradas. Vó Bernal gosta de falar em Macuxi e te explicar cada canto em português, gosta de compartilhar e cantar histórias, artista manual, a arte da palavra nascida da oralidade e não da escrita, um tutorial em forma de ser, sua fala constrói o comer o fazer o cotidiano ser sagrado e profundo.

ENTRADA COLABORATIVA

Pocket Show Cocão a Voz + Lançamento de livro

Cocão Avoz é resistência. Nascido Edmauro Teixeira de Almeida, na zona sul de São Paulo, o músico está ligado à cultura Hip Hop desde 1999, quando iniciou sua carreira no grupo de rap “Versão Popular”. Conhecido nas quebradas por sua luta na propagação da cena musical da zona sul paulistana, seu trabalho representa a importância dos movimentos culturais criados nas periferias brasileiras.

Assim como o movimento Hip Hop, a literatura também está muito presente em sua vida. Atuando, há 16 anos, como um dos responsáveis pelo coletivo “Sarau da Cooperifa”, Cocão utiliza a poesia e o rap como ferramenta de transformação social, incentivando o público a exercer a escrita poética, incluindo no diálogo os desafios atuais, e ao mesmo tempo, criando e reconstruindo uma realidade além do que é veiculado pela mídia convencional.

Em 2019, lançou seu primeiro livro Pra Não Dizer Que Não Falei Das Ruas, uma combinação de letras de rap e poesia. O título é uma alusão a música “Pra não dizer que não falei das flores”, de Geraldo Vandré, escrita e cantada em 1968. Assim como na canção, o autor traz no livro poesias que falam desde luta e decepção até a trajetória e realização de mulheres que seguem alcançando vitórias, como ele relata nos versos de “Diaristas”.

Pra Não Dizer Que Não Falei Das Ruas é uma combinação de textos poéticos, mas é também um livro sobre tentativas e sonhos de quem vive a dolorosa busca por representatividade – e sobre a importância da união e do movimento cultural organizado na periferia.

ENTRADA COLABORATIVA

SIM 2019 – Noite Novo Pop Brasileiro

Data: 07/12
Horário: 19h
Local: Matilha Cultural
Ingresso: R$15, R$20, R$25 reais
Link para compra antecipada: https://www.sympla.com.br/sim-2019—noite-novo-pop-brasileiro__706410
Capacidade: 120 pessoas
Censura: Livre para menores acompanhados do responsável
Endereço: R. Rêgo Freitas, 542 – República
Programação:
– GEO
– 1LUM3
– GARBO
– TOLENTINO
Info: Este evento faz parte da programação noturna oficial da Semana Internacional de Música de São Paulo. Credenciados da SIM SÃO PAULO têm acesso liberado apresentando a pulseira da SIM na porta e respeitando a lotação de cada espaço. Saiba mais sobre a SIM São Paulo em www.simsaopaulo.com.

SIM 2019 – Noite Medusa

O Estúdio Medusa e a Matilha Cultural realizam uma das Noites de Música dentro da SIM São Paulo: A Noite Medusa!!! A primeira atração vem de Recife, o cantor e compositor Caiçara leva o público por uma viagem com sua música pernambucana. Em seguida um um espetáculo poético-musical de récita performática com Luna Vitrolira. E para fechar a noite com muito suingue, o “artivista” Jairo Pereira apresenta seu novo disco: “Venha Ver o Sol”.

Estúdio Medusa and Matilha Cultural presents “Noite Medusa” as part of the night programme during SIM São Paulo. The first attraction comes from Recife (PE). Singer and songwriter Fred Caiçara takes the audience on a trip to Pernambuco’s folk rock. Then, poet Luna Vitrolira brings her daring and non-conventional debut album. Closing the night with a lot of swing and joy, the “artivist” Jairo Pereira presents his new project: “Venha Ver o Sol”.

Apoio e co-produção: AGRAVINA Produções
_ Serviço da Noite:

Noite Medusa
Data: 06/12
Horário: a partir das 19h
Local: Matilha Cultural
Endereço: R. Rêgo Freitas, 542 – República, São Paulo – SP, 01220-010.
Ingresso: R$ 15/ R$ 20/ R$ 25
Capacidade: 150 pessoas
Censura: Livre (Menor acompanhado).
Programação:
– Caiçara (PE) 19:00 às 19:40.
– Luna Vitrolira (PE) 20:00 às 20:40
– Jairo Pereira (SP) 21:00 às 22:00
Credenciados da SIM São Paulo têm acesso liberado.

_ Serviço:

SIM SÃO PAULO 2019
Local: Centro Cultural São Paulo + casas de shows
Data: 4 à 8 de dezembro de 2019
Programação: festa de abertura, showcases diurnos, programação noturna, conferência, networking & business, etc.
PRO-BADGE (credencial): R$ 250 (primeiro lote – até 30/09) / R$ 350 (segundo lote – até 30/11) / R$ 450 (terceiro lote – a partir de 01/12).
Adquira a PRO-BADGE em www.simsaopaulo.com
Credenciados têm acesso livre à programação completa da SIM, respeitando a lotação dos espaços.

Info: Este evento é promovido pelo Estúdio Medusa e faz parte da programação noturna oficial da Semana Internacional de Música de São Paulo. Credenciados da SIM SÃO PAULO têm acesso liberado apresentando a pulseira da SIM na porta e respeitando a lotação de cada espaço. Saiba mais sobre a SIM São Paulo em www.simsaopaulo.com.

Grande Final SNG 2019

👊🏾👊🏾👊🏾👊🏾👊🏾👊🏾👊🏾👊🏾👊🏾
Salve!!!
O campeonato mais popular do Brasil na atualidade está de volta com muita irreverência, técnica e um público ácido que cola pra ver batalhas épicas entre DJs brasileiros.

Você está convocado pra colar na nossa GRANDE FINAL de 2019 na MATILHA CULTURAL que fica no centro de SP próximo ao metrô República em pleno centro de Sâo Paulo e pra não esquecer a entrada é FRANCA!

Nessa grande final 4 DJs disputam o grande prêmio fornecido pela nossa patrocinadora Alpha Áudio e Video!

Quem foi já sabe, tem sorteio de brindes de nossos parceiros durante o campeonato!

E NO RINGUE OS FINALISTAS:
DJ NIKO
Dj Gio Marx
DJ VINZZ
DJ Will Martins (Atual campeão SNG)

JURADOS:
Dj Pow Brasil
Dj Marco SP
DJ SouJazz
Dj Shinpa
Djbulldog Lado Leste

APRESENTAÇÃO:
DJ Erick Jay
DJ BASIM

DISCOTECAGEM:
DJ Tati Laser Oliveira
DJ RM Brasil

LOCAL: MATILHA CULTURAL
R. Rêgo Freitas, 542 – República, São Paulo – SP, 01220-010
https://goo.gl/maps/pKoHqoUhVGTURVt37
5 Minutos da Estação República da linha 3 Vermelha do Metrô.

PATROCÍNIO:
Alpha Áudio e Video

REALIZAÇÃO:
Gringos Records
DJ Erick Jay
DJ BASIM
DJ RM Brasil

APOIO:
MATILHA CULTURAL

Mais informações em breve

Firmeza Fest

Vem aí o Firmeza Fest, um evento de games focado na celebração da mente criativa dos desenvolvedores e seus projetos!

Nesta primeira edição trazemos uma programação voltada para o desenvolvimento de games sob o tema 𝗜𝗻𝘁𝗲𝗿𝗮𝗰̧𝗮̃𝗼.
Um dia inteiro para conhecer e jogar novos jogos brasileiros e se inspirar com outros desenvolvedores!

🔸 Mostra de jogos: 14 jogos brasileiros inéditos
🔸 Dev Spotlight: Rodas de conversa com os desenvolvedores dos jogos da Mostra
🔸 Palestras: 7 palestras com profissionais veteranos da nossa indústria
🔸 Hypertalks: Injeções rápidas e divertidas de conhecimento! Com duração de até 8 minutos, 18 palestrantes falarão sobre seus projetos, experiências, falhas e fontes de inspiração no seu trabalho com jogos.

O Firmeza Fest acontece na Matilha Cultural, próximo aos metrôs República e Higienópolis-Mackenzie.

Acesso à Mostra: 𝗴𝗿𝗮𝘁𝘂𝗶𝘁𝗼
Ingressos para Dev Spotlight, Palestras e Hypertalks: à venda exclusivamente via Eventbrite

Matilha Cultural – Rua Rêgo Freitas, 542 – República – São Paulo

𝗣𝗮𝗿𝗮 𝗺𝗮𝗶𝘀 𝗶𝗻𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮𝗰̧𝗼̃𝗲𝘀: www.firmezafest.com.br

🎮 JOGUE, APRENDA, ENSINE, DIVIRTA-SE 🎮

Organização: Firma GameDev SP

La Gozadera Levanta Mortos com Prende la Vela

Dia 9 de novembro vocês têm um encontro marcado com a festa do Prende la Vela LA GOZADERA LEVANTA MORTOS no Matilha Cultural. Na primeira edição, vocês aproveitaram e festajaram muito. Então, depois de tanta comemoração e alegria, tem aquele momento da ressaca, na qual todo mundo fica meio “morto”. Por isso, queremos trazer para algo que vai animar e deixar vocês preparadíssimos para aproveitar bem a noite de sábado em um rolê bem firmeza.
Vamos manter o estilo a todo vapor com ritmos do Caribe e Pacífico juntos para LEVANTAR OS MORTOS de verdade. Não vamos deixar você ficar parado, nem por um minuto!

20h30 – Apresentação grupo Prende la vela
21h – Oficina e vivência de ritmos colombianos

Quer contribuir com a continuação do evento?
Além da atitude dançarina, você pode trazer o dindim para ajudar a gente a continuar nosso projeto.
Valor sugerido: $5, $10 ou $20

____

Sobre PRENDE LA VELA
Há quase dois anos o Coletivo Prende La Vela, organizado por Andrea Villalobos e Nilen Cohen, leva a diversidade das danças colombianas às ruas de São Paulo. Os eventos começaram de maneira aberta e itinerante no início de 2018, com curadoria musical e apresentações baseadas nos gêneros escolhidos por nativos da Colômbia. O objetivo é disseminar a cultura do país e também gerar a troca com os ritmos brasileiros.

Sarau Papo de Mina – Consciência Negra

Novembro ta ai, e o Sarau Papo de Mina está de volta com força total 😉

Vocês estavam com saudades? Porque nós estávamos morrendo !

Esse mês estaremos ocupando mais uma vez o espaço do MATILHA CULTURAL, uma entidade autônoma, cheia de história e representatividade bem no centro de SP.

Dia 20/11 é celebrado o Dia da Consciência Negra, uma data que dá importância e evidencia o reconhecimento dos descendentes africanos na constituição e na construção da sociedade brasileira.
Ser negro no Brasil não é tarefa fácil, a população negra representa mais que a metade da população de todo o país, porém mesmo assim ainda faltam direitos, falta respeito, falta visibilidade, reconhecimento …

Buscando abordar pautas como a Objetificação do Corpo Negro, Genocídio Negro, Colorismo, Feminismo Negro, Apropriação Cultural e Black Money, entre outros pontos é que o Sarau Papo de Mina convida a todos para nossa roda de conversa.

Afinal, COMO É SER NEGRO NO BRASIL?

Roda de conversa:
Audrey Carolini
Amanda Bibiano
Denise Mazagao
Eloy Polemico
Msor
Jônatas Silva
Lucas Amorim (Ghetto)

Poesia:
Gisele Oliveira
Ca Xota
Déa Da Sul
Larissa Cordeiro
Everson Anderson

Música:
Torya Jenni

Bolo de pote:
Tia Preta – Quero Doce

Arte:
Naná Toin Toin
Pretas Bottons.

Brechó:
Cris Lima (@brechodacrxs)
Rancho Mont Gomer (Rancho Shopp)

Dj Gabriela Lopes (Dj Gabs)

EM BREVE MAIS ATRAÇÕES ♥