Debate com Massimo Canevacci e Leonardo Brant (abril 2010)

Rate this item
(0 votes)

### Programação

 

20hs _ Curtas Metragens :: Endless Cities _ D-Fuse _ UK _ 5' :: Ctrl-V (Video Control) _ Leonardo Brant _ BRA _

23' 21hs _ BotecoTalking (conversa aberta com) :: MASSIMO CANEVACCI _ Antropologo Cultural da Univercidade La Sapienza - Roma :: Leonardo Brant _ Pesquisador de Políticas Culturais.  Este é um evento com o apoio da Matilha para a discussão de novas linguagens e apropriação do audiovisual. Destinado a todos q trabalham com cultura e que desejam mais conhecimento e articulação para ações inteligentes. O evento acontece paralelamente em SP e em Barcelona - no Arts Sta Mònica, e possui a RAIA (Rede Audiovisual Ibero Americana) como vetor de articulação. Seja bem-vindo à Matilha !!!!!

 

Massimo Canevacci – Professor de Antropologia naFaculdade de Ciências da Comunicação – Universidade de Roma "LaSapienza". Desde 1984, tem sido regularmente convidado como professor visitante por muitas universidades brasileiras, principalmente as de São Paulo, onde desenvolve pesquisas de Etnografia Urbana. Fetichismos Visuais, Metrópoles Comunicacionais, Movimentos Juvenis, Sincretismos Culturais, Culturas Indígenas, Aldeia e Metrópoles são algumas de suas áreas de pesquisas. Publicou diversos livros dentre eles Sincretismos, São Paulo: A Cidade Polifônica e Antropologia do Cinema.

 

Leonardo Brant – Pesquisador de políticas culturais e presidente da Brant Associados. Autor dos livros O Poder da Cultura e Diversidade Cultural (org.), entre outros, Brant criou e edita Cultura e Mercado, o mais influente site de políticas culturais do Brasil. Conferencista internacional e coordenador de cursos de formação na área cultural, Leonardo é fundador do Instituto Pensarte (Brasil), Divercult (Espanha) e CEMEC (Centro de Estudos de Mídia Entretenimento e Cultura). É diretor do webdocumentário Ctrl-V:: VideoControl, sobre a indústria e as políticas para o audiovisual.

 

RAIA – Rede  Audiovisual Ibero-Americana – reúne profissionais, ativistas, pesquisadores e interessados em dialogar sobre os efeitos e dimensões do audiovisual sobre as sociedade contemporâneas. A RAIA é um ambiente de trocas no território ibero-americano: www.raiavirtual.net

 

D-Fuse - www.dfuse.com DISPLAY inaugura debate sobre “Sociedades Videocráticas” na Matilha Cultural Abertura inclui exibição do webdocumentário Ctrl-V::VideoControl, de Leonardo Brant, e debate do diretor com o antropólogo italiano Massimo Canevacci DISPLAY é um programa transmídia, que inclui mostra audiovisual e discussão sobre as sociedades videocráticas. Realizado em parceria entre diversas organizações culturais e uma rede de ativistas audiovisuais ibero-americanos, DISPLAY reúne encontros presenciais em São Paulo e Barcelona, além de mostra e discussão virtuais. A abertura será dia 29 de abril às 20h na Matilha Cultural e vai gerar conteúdos para a RAIA – Rede Audiovisual Ibero-Americana, que alimentará um evento similar no Arts de Santa Mònica, em Barcelona, na Espanha, no mês de maio. “Explorar a trincheira entre o real e o virtual é um dos objetivos do DISPLAY”, declara Fernanda Martins, diretora do Divercult, organização cultural sediada em Barcelona, que assina a iniciativa do programa. O tema inicial é Mídia e Controle, debatido na RAIA (www.raiavirtual.net). No dia 18 de maio a mesma programação será realizada em Barcelona, no Arts de Santa Mònica, com presença de ativistas e especialistas catalães.

 

Sociedades Videocráticas - A expressão surgiu no âmbito da pesquisa Ctrl-V::VideoControl, coordenada por Leonardo Brant, para discutir a onipresença das telas no cotidiano das sociedades pós-modernas. Monitores, televisores, celulares, computadores, iPods, GPS; telas nos carros, ônibus, metrôs, bares, restaurantes, salas de espera, hospitais; no bolso, na bolsa... “As telas reconfiguram o espaço público e novos sistemas de participação na vida política da sociedade”, afirma Brant. Teoria e prática audiovisual, investigação e ativismo, unidos na busca da consolidação de espaços em que as redes e telas globais se proliferam em progressão geométrica. “Será possível alcançar novas oportunidades de participação, protagonismo e autorrepresentação, elementos imprescindíveis para a democracia audiovisual?”, indaga o diretor de Ctrl-V, webdocumentário que será apresentado na abertura de DISPLAY.

 

Mídia e Controle – O primeiro tema em debate na RAIA, traz reflexão e provoca os diferentes pontos de vista da rede sobre os espaços de participação nos meios de comunicação de massa e seu processo de transformação com as chamadas novas mídias. “Quais os espaços de resistência audiovisual e como ocupá-los? Que movimentos estratégicos artistas e ativistas audiovisuais podem adotar para reverter esse quadro e abrir espaços de participação? Como financiar e facilitar a produção e a troca de expressões audiovisuais nesse cenário?”, propõe o fórum da RAIA.

 

DISPLAY DATA: 29 de abril LOCAL: Matilha Cultural ENDEREÇO: Rua Rego Freitas, 542 – São Paulo 20h: Abertura/Receptivo 20h30: Exibição Ctrl-V(www.ctrl-v.net) 21h00: Debate com Massimo Canevacci e Leonardo Brant

back to top